Copper Alliance

Cobre, para uma construção sustentável.

Em 24 de outubro comemora-se o dia da construção civil e, nada melhor do que falarmos sobre a utilização do cobre nesse segmento, afinal, este importante metal é responsável pela sustentabilidade, principalmente em edifícios verdes.

Escolhidos por sua durabilidade, força e resistência às intempéries, os metais utilizados na indústria da construção civil cumprem uma ampla gama de funções. Os mais comuns são: aço carbono, alumínio, tubos de cobre e aço inoxidável, cada um com suas qualidades particulares e usos ideais. Na totalidade, no entanto, esses metais são onipresentes no mundo dos edifícios e da arquitetura, tanto em aplicações pequenas quanto em grandes.

O Cobre na construção.

O cobre é um metal que possui inúmeros benefícios, entre eles alta condutividade e sustentabilidade.

Além do cobre ser utilizado nas instalações elétricas, ele também é amplamente utilizado em sistemas de aquecimento, devido à sua capacidade de conduzir calor e por sua resistência à corrosão.

A tubulação de cobre é frequentemente usada para a hidráulica de edifícios. Tubos rígidos de cobre são ideais para tubulações de água quente e fria. Por ser um material maleável, o cobre é frequentemente usado em linhas de refrigeração em sistemas HVAC e bombas de calor.

Além de sua maleabilidade, o cobre é resistente à corrosão da água e do solo, além de ser reciclável. A tubulação de cobre também é facilmente soldada, formando ligações duradouras. Todas essas propriedades tornam esse metal ideal para tubulações.

A demanda

A cada ano, a demanda pelo cobre aumenta, devido ao seu uso na transmissão de alta tensão e em energias renováveis.

Uma aplicação mais ampla do cobre pode economizar energia e reduzir as emissões de carbono para completar o esforço em direção à sustentabilidade.

Além de ser um dos poucos materiais recicláveis sem perdas de resistência, o cobre quando utilizado em projetos arquitetônicos, sistemas de cabeamento ou de conversão de energias renováveis, entre outros inerentes às engenharias, favorecem a eficiência energética e a sustentabilidade.