Copper Alliance

A futura função dos postes nas SmartCities

Para que uma cidade se torne inteligente (smart cities), é necessário pensar em cada mínimo aspecto de modo sustentável, conectado e multifuncional.

Com o intuito de atingir a todos esses objetivos, a primeira mudança seria efetuada em postes de iluminação. Por serem essenciais para a iluminação urbana, e devido à sua estrutura, esses objetos poderiam ter outras funções importantes para o mundo.

O #cobre ajuda cidades a se tornarem mais sustentáveis e inteligentes.

No Congresso Internacional de Governos Locais e Cidades Inteligentes, realizado no Chile, um projeto com soluções similares foi apresentado por empresas de telecomunicações e pelo Comitê de Transformação Digital do governo. Este projeto sugere a inclusão de uma infraestrutura com iluminação e redes Wi-Fi para todos. Esta alternativa faz parte do lançamento do Plano Nacional de País Inteligente incentiva a tecnologia como meio de desenvolvimento nacional.

Como os postes funcionariam?

Uma solução de conectividade e iluminação foi criada pela Philips que, em parceria com a Ericsson apresentou, no Congresso Mundial de Mobile 2017, postes inteligentes, com fornecimento de banda larga já integrado.

Soluções de iluminação e conectividade de forma integrada poderiam trazer alguns benefícios de eficiência urbana, ajudando na integração de softwares e sensores que informariam os cidadãos sobre o que acontece no clima, na cidade e no mundo. Poderiam possuir sistemas de alerta e segurança, bem como atuar como ponto de carregamento para veículos elétricos. Desta forma é possível fazer de um simples poste, um meio de conectividade para todos.

 

Fonte extraída, traduzida e adaptada de https://www.tecmundo.com.br/mobilidade-urbana-smart-cities/135865-postes-rua-base-conectividade-urbana-futuro.htm

COMPARTILHAR