Copper Alliance

Cobre no rumo para a eletromobilidade.

Como já sabemos, o #cobre é considerado um dos principais materiais para o desenvolvimento da eletromobilidade.

Carros com acionamento elétrico possuem até quatro vezes mais cobre do que aqueles que trabalham com combustão interna.

Além disso, o cobre é um metal essencial usado na infraestrutura de postos de recarga dos #veículos-elétricos.

De acordo com especialistas do Instituto Europeu do Cobre, devido à projeção de crescimento do setor de eletromobilidade, até a ano de 2027, a demanda global por cobre aumentará cerca de 1,7 milhão de toneladas.

Governo elabora Plano Nacional de Eletromobilidade

Um impulso energético para a indústria automotiva.

O mercado de carros elétricos vem crescendo diariamente e, entre as razões de sua crescente popularidade está o desenvolvimento da tecnologia de produção de baterias e, consequentemente, a queda dos preços dos Veículos Elétricos.

Frente aos veículos de combustão, os veículos elétricos ainda possuem seu valor elevado, porém, sua disponibilidade medida no uso a longo prazo melhora. De acordo com a previsão do Instituto Europeu do Cobre, após rodados 60.000km, o custo total de possuir um carro elétrico será igual a de um veículo a gasolina.

Os Impactos Positivos da Eletromobilidade no Brasil e no Mundo

Meio ambiente

Os crescentes requisitos ambientais relacionados às emissões de gases de efeito estufa, também desempenham um importante papel no desenvolvimento do mercado de veículos elétricos.

O desenvolvimento da eletromobilidade também depende, em grande parte, do cobre. Este importante metal é utilizado para a construção de motores elétricos e híbridos, que economizam energia. Além disso, sem os componentes de cobre, o gerenciamento e a transmissão inteligente do motor não seriam possíveis.

Os desafios

Uma das principais barreiras para a disseminação dos veículos elétricos é o desenvolvimento de uma infraestrutura que permita sua recarga.

O desenvolvimento da eletromobilidade levará a necessidade de gastos adicionais para a modernização de toda a rede elétrica, que terá que suportar tanto uma maior demanda de eletricidade quanto as flutuações intensas de frequência de tensão e, acima de tudo, garantir a possibilidade de armazenamento de energia.

 

Conheça mais sobre a eletromobilidade em https://www.procobre.org/pt/trens-innovations/automotivo/

COMPARTILHAR