Copper Alliance

O cobre pode ajudar na construção de cidades mais inteligentes e sustentáveis.

Impossível transformar uma cidade em inteligente sem imaginar a presença do cobre. A cidade do futuro é vista como energeticamente eficiente, ambientalmente responsável e capaz de responder às necessidades de seus habitantes; tudo isso, com o objetivo de melhorar a qualidade de vida das pessoas, de maneira inteligente.

Atualmente, as cidades vêm crescendo em um ritmo acelerado. Para se ter uma ideia, quase 80% da população, tanto na Espanha como na União Européia, vivem em cidades. Este rápido crescimento implica em vários desafios sustentáveis ​​que vão desde um maior consumo de recursos até um aumento de resíduos e poluição. De fato, as cidades são responsáveis ​​por 70-80% do consumo de energia na União Europeia, sendo esse mesmo percentual para o total de emissões de CO2.

O cobre desempenha um papel fundamental no atendimento desses desafios sustentáveis, pois contribui para a descarbonização e maior eficiência energética. Suas propriedades únicas, que incluem excelente condutividade elétrica e térmica, uma longa vida útil e a possibilidade de ser 100% reciclado, tornam o cobre essencial na configuração de cidades mais inteligentes e mais verdes.

40% do consumo total de energia e 35% das emissões de CO2 na União Européia correspondem a edifícios. É por isso que as autoridades europeias estão incorporando novidades regulatórias, como a renovada Diretiva Européia sobre Eficiência Energética em Edifícios (EPBD), que estabelece que os novos edifícios devem ter um consumo de energia quase zero em 31 de dezembro de 2020 (final de 2018 para novos edifícios públicos).

As aplicações do cobre em construções sustentáveis ​​são quase ilimitadas, com mais de 100 usos possíveis: desde as necessidades básicas de água, eletricidade e ar condicionado até a automação de edifícios, painéis solares e pontos de carregamento para veículos elétricos. Em conjunto, estas aplicações têm um enorme impacto positivo na eficiência energética e desempenho ambiental dos edifícios.

Além disso, a última revisão da diretiva EPBD promove a mobilidade elétrica com a introdução de pontos de recarga em novos edifícios não residenciais e aqueles que realizam uma reforma substancial. Atualmente, o transporte rodoviário gera 20% do CO2 emitido na União Européia, um valor que poderia ser reduzido em 1/3 com a implementação generalizada de veículos eléctricos.

A consultoria Accenture Strategy, em parceria com a FGV Energia, publicou um estudo de avaliação das oportunidades e desafios da implementação dos veículos elétricos no Brasil. De acordo com o estudo, o mercado brasileiro tem potencial para vender 150 mil unidades de carros elétricos por ano, isto significa cerca de 7% das vendas totais de automóveis em 2016.

No ano de 2017, foram vendidos 3.296 veículos híbridos e elétricos – número ainda muito pequeno diante dos 2.239 milhões comercializados, de acordo com a ANFAVEA – Associação Nacional dos Fabricantes de Veículos Automotores.

O cobre é um componente essencial tanto para a fabricação desses veículos (um veículo elétrico contém entre 70-90 kg de cobre em comparação com cerca de 20 kg de média de um veículo de combustão), como para o equipamento de carga e conexão à rede elétrica.

O aumento da demanda de energia devido à concentração da população nos centros urbanos requer uma transição energética para garantir a oferta. Assim, essa transição energética já está ocorrendo em cidades que querem se tornar cidades inteligentes, através de um aumento progressivo no uso de energias renováveis, como energia solar térmica, fotovoltaica, eólica e geotérmica.

A fim de aperfeiçoar sua eficiência, em sistemas de energia renovável pode ser utilizado ​​até 12 vezes mais cobre do que nos sistemas tradicionais. Além disso, os investimentos necessários na infraestrutura de transmissão e distribuição, com redes de energia inteligentes e conectadas, também significam um maior uso de cobre.

Leia também: O uso do cobre na eletromobilidade

Matéria extraída e traduzida do site: https://el-cobre-crea-hogar.es/el-cobre-construye-ciudades-mas-inteligentes-y-sostenibles

COMPARTILHAR