Copper Alliance

Você moraria em um edifício modular de cobre?

O conceito [BOX: 09] do estúdio Viereck Architekten usa módulos pré-fabricados e totalmente acabados para criar espaços abertos, ótimos locais para morar ou trabalhar. Cada módulo possui aproximadamente 20 m², sendo totalmente construído em uma fábrica, onde montam as paredes, teto e piso, além de todos os acabamentos e serviços em vigor.

 

 

No terreno, os módulos devem ser acoplados com tensionadores, a fim de sustentar o edifício. No exemplo da foto, o escritório do arquiteto construído em uma área de estacionamento – aproveita ao máximo um terreno muito restritivo.

 

 

 

Um aspecto fundamental da arquitetura do edifício são os painéis folha de liga de cobre das fachadas que possuem um desenho tridimensional em forma de palheta. Técnicas de hidroformagem foram usadas para fabricar os painéis, aproveitando ao máximo a maleabilidade do cobre e de suas ligas.

Neste edifício, as folhas de liga de cobre são formadas por um fluido hidráulico de alta pressão que molda o metal em uma matriz, especialmente fabricada com o design requerido. Este processo permite reproduzir desenhos tridimensionais complexos. Cada painel foi anexado à subestrutura como parte da fabricação do módulo, usando um sistema especial para garantir seu desempenho e durabilidade.

Edifícios modulares, uma provável tendência para o ano de 2018.

Atualmente, há um interesse renovado na construção modular, devido às vantagens de tempo, custo, segurança e flexibilidade oferecidos por este sistema. Empresas como Google, McDonalds ou Starbucks já estão apostando neste sistema em suas mais recentes instalações. É possível notar a ascensão deste mercado frente a noticia de que a rede de hotéis Marriot comprometeu-se a construir 13% de seus novos hotéis usando o processo de construção modular.

Os edifícios modulares são produzidos em fabricas, fora de sua localização final, porém com os mesmos materiais e de acordo com os mesmos códigos e padrões usados ​​em projetos convencionais, mas para este processo, o tempo é metade do usual. Quando os diferentes módulos são montados na localização final do edifício, o resultado final é o mesmo que pode ser apresentado aos edifícios mais sofisticados construídos in situ.

Fonte traduzida e adaptada do site: https://el-cobre-crea-hogar.es/un-edificio-modular-con-piel-de-aleacion-de-cobre

Para mais informações sobre a utilização do cobre na arquitetura acesse: https://www.procobre.org/pt/categorias/arquitetura-e-design/

COMPARTILHAR